Hoje, analisando a situação mundial, nos deparamos com a escassez de diversos recursos naturais que 10 anos atrás acreditávamos ser inacabáveis, com isso, órgãos públicos, entidades e organizações incluíram um novo conceito ao nosso dia-a-dia, o de sustentabilidade. Este conceito nada mais é do que um conjunto de práticas e boas ações que realizamos em nossa rotina a fim de minimizar os impactos e colaborar com o desenvolvimento sustentável do planeta.

Sabendo que essa nova forma de olhar o mundo é, na verdade, uma reeducação de cada ser humano, porque não começar pelas crianças? Em suas escolas e creches? Dessa forma, podemos ter um pequeno agente de mudança em nossas casas e, além disso, um futuro adulto consciente que sabe a importância de preservar o meio em que vive. Uma boa ideia, concorda?

Algumas pequenas ideias que os próprios pais ou educadores podem adotar com seus pequenos, são:

  • Incentivo a reutilização de materiais escolares: comprar apenas o que não sobrou do ano anterior explicando que isso ajudará o meio ambiente, ou até mesmo na hora de comprar materiais dar preferência aqueles que possuem o símbolo de reciclável;
  • Compra de livros escolares: diversas escolas ainda exigem a compra de livros para as matérias, com isso, pode-se investir em sebos que vendem livros usados com um valor muito menor, além disso, o material pode ser repassado pelos alunos da própria escola;
  • Separação correta dos resíduos: ter em sua casa os diferentes contentores e ensinar a criança cada material que pode ser jogado, inicialmente pode-se trabalhar com sistema de pontuação onde a criança ganha algo por acertar a separação, em seguida isso se tornará natural.

Além dessas ideias caseiras, a instituição de ensino da criança também tem uma grande responsabilidade na formação dos ideais dela, e muitas vezes é o local que elas mais passam tempo, com isso, é crucial que o conceito de sustentabilidade esteja intrínseco nesse meio, através de atividades teóricas, práticas e projetos como:

  • Hortas criadas e mantidas pelas próprias crianças;
  • Reutilização de materiais em sala de aula;
  • Plantio de mudas para que as crianças acompanhem o crescimento;
  • Correta segregação dos resíduos;
  • Constante educação ambiental com os estudantes;
  • Ações que evitam o desperdício de água e energia.

Além disso, o compartilhamento de boas ações pelos alunos da sala pode estimular um ao outro nesse desenvolvimento.

A EJESAM, no segundo semestre de 2016, realizou uma consultoria de Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos para a Escola Autonomia, situada na grande Florianópolis, neste projeto estivemos mais perto da realidade da escola e conseguimos em conjunto com as crianças, num plano totalmente colaborativo, trazer uma maior conscientização referente a segregação dos resíduos e educação ambiental. Saber que colaboramos para a educação e disseminação de sustentabilidade para as crianças, que são futuro do país, nos deixa orgulhosos.

Se você também quer disseminar a sustentabilidade em sua escola, condomínio ou empresa, agende uma visita técnica conosco que pensaremos em um produto exclusivo para sua necessidade.

Autoria: Adriane Alves – Ex-Presidente

#

No responses yet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×

Olá!

Estamos aqui para qualquer dúvida, sugestão e/ou orçamento.

× Como podemos te ajudar?