Nos dias de hoje, com a população humana crescendo em ritmo acelerado e o capitalismo se concretizando como modelo econômico mundial, duas pautas tem se tornado cada vez mais presentes: a preservação ambiental e a preocupação financeira. Desse modo, a população tem buscado medidas para economizar e aproveitar melhor seu dinheiro, além de colaborar com a sustentabilidade. Assim, o projeto de captação de água da chuva se enquadra perfeitamente nas demandas atuais, tendo em vista que, além de ser ambientalmente sustentável, gera retorno financeiro. Pensando nisso vamos entender um pouco melhor sobre este investimento:

  • O QUE É?
    O projeto consiste em elaborar um sistema relativamente simples e econômico que
    viabilize a uma residência, condomínio ou prédio comercial armazenar a água proveniente das
    ocasionais chuvas, água esta que pode ser utilizada para fins não-potáveis. Como previsto em
    lei é possivel utilizar a água para: limpeza de áreas comuns, regar plantas e descargas sanitárias.
  • COMO FUNCIONA?
    O sistema de captação de água da chuva é composto por uma área impermeabilizada
    (o que permite a captação adequada), calhas e condutores verticais, filtro, reservatório de
    água da limpeza do telhado (água da primeira chuva), reservatório de armazenamento e
    tratamento de água cuja dimensão depende do índice pluviométrico da região, da área
    disponível para captação e da demanda do local.
    Com o projeto implantado, quando chover no local, a água que cair sobre a área
    impermeabilizada será, primeiramente, descartada de modo a eliminar quaisquer impurezas
    que possam estar presentes no telhado. Feito isso, o restante da água será filtrada, tratada e,
    por último, armazenada em um reservatório, de modo que fique à disposição para futuros
    usos. Em suma, a ideia é possibilitar ao local armazenar de maneira correta e legal a água
    proveniente das chuvas e utilizá-las para fins não-potáveis.
Fonte: Sabesp, ANA, Instituto de Educação e Pesquisa Ambiental e Senado Federal
  • VANTAGENS
    O projeto funciona como um investimento, ou seja, há um posterior retorno
    financeiro, além de ser ambientalmente sustentável. Dentre as vantagens de se ter um sistema
    de captação de água da chuva, podem ser destacadas a diminuição no consumo de água e, por
    consequência, a redução dos gastos financeiros com as tarifas relacionadas a ele, e também a
    diminuição do volume de água que chega às ruas pavimentadas, o que diminui as chances de
    enchentes e erosões em áreas urbanas.

Autor: Gabriel José- Assessor de Gestão Externa.

×

Olá!

Estamos aqui para qualquer dúvida, sugestão e/ou orçamento.

× Como podemos te ajudar?