Comprar roupas virou um hábito tão comum quanto escovar os dentes para a maioria das pessoas, e foi a partir daí que surgiu o termo “fast fashion”.

Mas afinal, o que é fast fashion?

É um modelo de criação, distribuição e venda de peças de vestuário baseado no consumo rápido e ecologicamente incorreto. Este modelo de vendas é pensado para suprir rapidamente uma demanda por roupas e acessórios dentro de uma constante troca de coleções.

Onde foi criado esse conceito? O conceito foi criado na Europa por grandes varejistas, como H&M, Zara e Top Shop. No Brasil, grandes redes de varejo, como a C&A, a Renner e a Riachuelo também aderiram à tendência.

Quais são alguns dos impactos do fast fashion no meio ambiente e na economia?

  • Roupas descartadas feitas de tecidos não biodegradáveis ​​podem permanecer em aterros por até 200 anos.
  • As partículas de microfibra sintética têm se criado um novo tipo de contaminação: o microplástico. Estima-se que essas partículas estejam inseridas em diversos biomas, especialmente nos oceanos.
  • Uma peça de roupa de Fast Fashion produz cerca de 400% mais carbono que uma peça de qualidade feita para durar um ano ou mais.
  • Além do alto impacto ambiental, a produção de peças de Fast Fashion colabora em diversos países com o trabalho infantil e escravo, impactando na vida de milhões de pessoas.

Quer saber mais sobre “fast fashion” e a realidade por trás das roupas que usamos? Assista ao documentário “The True Cost” (Andrew Morgan, 2015), que aborda temas como a realidade do trabalho em indústrias têxteis, com relatos dos próprios trabalhadores e questiona o real custo de uma camiseta custar apenas cinco dólares.

Em contraposição ao “fast fashion”, vemos já há alguns anos o fortalecimento do “slow fashion”, que surgiu como uma alternativa socioambiental mais sustentável no mundo da moda. A proposta é resgatar o valor das roupas, além de evitar o descarte e o consumismo. A produção neste formato valoriza o trabalho manual, o artesanato e a própria técnica do designer como um todo.

Para uma marca ser slow fashion, ela deve cumprir alguns requisitos, como: Transparência, valorização do local, preços reais e justos, produção em pequena escala, valorização e utilização dos recursos locais, dentre outros.

Alguns exemplos de marcas sustentáveis:

A Insecta Shoes surgiu com a ideia de aproveitar peças com defeitos que não poderiam ser revendidas, além de reciclar materiais que iriam para o lixo, transformando-os em calçados. O processo de produção é artesanal e livre de crueldade animal e ainda trabalham com a logística reversa: quando o cliente não quer mais o sapato, a marca recebe ele de volta para reciclá-lo.

A Doisélles é inteira idealizada em tricô e crochê. Sua oficina é em uma penitenciária de segurança máxima, onde a marca possui um projeto chamado Flor de Lótus de reinclusão social dos detentos.

Como você pode contribuir?

Quando for comprar roupas e acessórios, procure saber se há produção local perto de você. Prefira marcas que se preocupam em evitar o trabalho escravo e reduzir impactos ambientais, geralmente marcas veganas têm essas preocupações, como a Urban Flowers, King 55, Fauno e Vegano Shoes. Invista também em brechós. Algumas instituições de caridade fazem brechó para arrecadação e você poderá ajudá-las também.

E aquela peça não uso mais, o que faço com ela?

Você pode criar um bazar e, além de ganhar dinheiro extra, você também ajuda quem estará aderindo ao consumo consciente. O Estúdio Roupa Livre criou um app para promover trocas de roupas entre os usuários, que visa conscientizar as pessoas a respeito de uma moda mais sustentável. Você também pode fazer doação de roupas que ainda estejam em perfeito estado para pessoas necessitadas, principalmente as que são usadas em dias mais frios.

“Compre menos, escolha bem e faça durar.” Estamos cada vez mais imersos em um consumismo excessivo e é interessante pensar se realmente precisamos de todas aquelas roupas ocupando espaço no nosso armário.Transforme seu consumo em consciência ao adotar uma moda mais sustentável, diminuindo os impactos no meio ambiente e contribuindo para um mundo mais verde.

×

Olá!

Estamos aqui para qualquer dúvida, sugestão e/ou orçamento.

× Como podemos te ajudar?