Sabe-se atualmente que precisamos mudar nosso estilo de vida para que o planeta possa existir para as gerações futuras: os oceanos estão repletos de plástico, a atmosfera está sendo poluída, e os rios e mares estão cada vez mais tóxicos.

          Por isso, desenvolvimento sustentável é amplamente discutido pelas pessoas, como nossa única solução para todos estes problemas, e sendo assim a ilha de santa catarina, com um decreto, resolveu sair na frente neste quesito: em 2030, Florianópolis será a primeira capital lixo zero do país, prevendo a redução de R$ 15,8 milhões em gastos com aterro sanitário com a destinação correta dos resíduos

          Como metas do programa estão o desvio de 60% dos resíduos secos e de 90% dos resíduos orgânicos enviados ao aterro sanitário, além da promoção da educação ambiental continuada e da inclusão social dos catadores e outros grupos sociais envolvidos com o tema.

          Tão logo, a capital planeja criar e operar pátios de compostagem, implantar um programa de compostagem doméstica (com doação de minhocários), e também implantar coleta de resíduos verdes (por entrega voluntária e de porta em porta).

          Para que isso ocorra é necessário que cada cidadão entenda a importância de destinar corretamente o lixo produzido em sua casa, separando-o em orgânico (restos de alimentos e poda), reciclável (plástico, metal, papel limpo e vidro) e rejeito (materiais não orgânicos que ainda não têm mercado de reciclagem). E, ainda mais importante, é preciso criar hábitos de consumo que resultem em menor produção de lixo. 

          Por meio dessas ações, além de economizar dinheiro público, a Prefeitura busca gerar emprego e renda para famílias que dependem da reciclagem, incentivando a criação de novos negócios, a economia criativa e colaborativa e melhorando a qualidade de vida na cidade.

          Está cansado de se incomodar com o lixo descartado de maneira incorreta, e quer ficar com a consciência leve de quando se ajuda o meio ambiente? Conheça o plano de gerenciamento de resíduos sólidos, e não se incomode mais com isso!

#

No responses yet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×

Olá!

Estamos aqui para qualquer dúvida, sugestão e/ou orçamento.

× Como podemos te ajudar?